Clique aqui para retornar a página principal...

Tabelas de INSS

Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 de Janeiro de 2012.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 1.174,86
8,00 %
de R$ 1.174,87 até R$ 1.958,10
9,00 %
de R$ 1.958,11 até R$ 3.916,20
11,00%

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 02, DE 06 DE JANEIRO DE 2012 - DOU DE 09/01/2012
Teto de Contribuição de INSS: R$ 430,78


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 Janeiro de 2011.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 1.107,52
8,00 %
de R$ 1.107,53 a R$ 1.845,87
9,00 %
de R$ 1.845,88 até R$ 3.691,74
11,00%

PORTARIA INTERMINISTERIAL MPS/MF Nº 407, DE 14 DE JULHO DE 2011 - DOU DE 19/07/2011 - REPUBLICAÇÃO
Teto de Contribuição de INSS: R$ 406,09


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 Janeiro de 2011.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 1.106,90
8,00 %
de R$ 1.106,91 a R$ 1.844,83
9,00 %
de R$ 1.844,84 até R$ 3.689,66
11,00%

Portaria MPS/MF nº568, de 31 de dezembro de 2010- D.O.U de 03/01/2011
Teto de Contribuição de INSS: R$ 405,86


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 Janeiro de 2010.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 1.040,22
8,00 %
de R$ 1.040,23 a R$ 1.733,70
9,00 %
de R$ 1.733,71 até R$ 3.467,40
11,00%

Portaria MPS/MF nº 333, de 12 de junho de 2010 - D.O.U de 30.06.2010
Teto de Contribuição de INSS: R$ 381,41


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 de janeiro de 2010

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 1.024,97
8,00 %
de R$ 1.024,98 a R$ 1.708,27
9,00 %
de R$ 1.708,28 até R$ 3.416,54
11,00%

Portaria MPS/MF Nº 568, de 31 de dezembro de2010 - DOU DE 03/01/2011 - retificado

Teto de Contribuição de INSS: R$ 375,81

Fonte: http://www.mpas.gov.br/conteudoDinamico.php?id=313. Acesso em 22/01/10

Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 Fevereiro de 2009.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 965,67
8,00 %
de R$ 965,68 a R$ 1.609,45
9,00 %
de R$ 1.609,46 até R$ 3.218,90
11,00%

Portaria MPS/MF nº 48, de 12 de fevereiro de 2009 - D.O.U de 13/02/2009
Teto de Contribuição de INSS: R$ 354,08


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 Março de 2008.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 911,70
8,00 %
de R$ 911,71 a R$ 1.519,50
9,00 %
de R$ 1.519,51 até R$ 3.038,99
11,00%

Portaria MF/MPS nº 77, de 12 de março de 2008
Teto de Contribuição de INSS: R$ 334,28


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 Janeiro de 2008.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 868,29
8,00 %
de R$ 868,30 a R$ 1.447,14
9,00 %
de R$ 1.447,15 até R$ 2.894,28
11,00%

Portaria MF/MPS nº 501, de 28 de Dezembro de 2007 - DOU de 31/12/2007
Teto de Contribuição de INSS: R$ 318,37


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de 01 Abril de 2007.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 868,29
7,65 % *
de R$ 868,30 a R$ 1.140,00
8,65% *
de R$ 1.140,01 a R$ 1.447,14
9,00%
de R$ 1.447,15 até R$ 2.894,28
11,00%

Portaria nº 142, de 11 de abril de 2007
Teto de Contribuição de INSS: R$ 318,37

* Alíquota reduzida para salários e remunerações até três salários minímos, em razão do disposto no inciso II do art. 17 da Lei nº 9.311, de 24 de outubro de 1996, que instituiu a Contribuição Provisória sobre Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e de Direitos de Natureza Financeira - CPMF.


Tabela de Contribuição dos Segurados Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso, para Pagamento de Remuneração a partir de
1º Agosto de 2006.

Salário de Contribuição (R$)
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até R$ 840,55
7,65 % *
de R$ 840,56 a R$ 1.050,00
8,65% *
de R$ 1.050,01 a R$ 1.400,91
9,00%
de R$ 1.400,92 até R$ 2.801,82
11,00%

Teto de Contribuição de INSS: R$ 308,20

Portaria nº 342, de 16 de agosto de 2006

* Alíquota reduzida para salários e remunerações até três salários minímos, em razão do disposto no inciso II do art. 17 da Lei nº 9.311, de 24 de outubro de 1996, que instituiu a Contribuição Provisória sobre Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e de Direitos de Natureza Financeira - CPMF.


Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração a partir de 1º Abril de 2006

Salário-de-contribuição (R$)
Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)
até R$ 840,47
7,65 % *
de R$ 840,47 a R$ 1050,00
8,65% *
de R$ 1050,00 a R$ 1.400,77
9,00%
de R$ 1.400,77 até R$ 2.801,56
11,00%

Teto de Contribuição de INSS: R$ 308,17

Portaria nº 119, de 19 de abril de 2006

* Alíquota reduzida para salários e remunerações até três salários minímos, em razão do dispositivo no inciso II do art. 17 da Lei nº 9.311, de 24 de outubro de 1996, que instituiu a Contribuição Provisória sobre Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e de Direitos de Natureza Financeira - CPMF.


Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração a partir de
1º de maio de 2005

Salário-de-contribuição (R$)
Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)
até R$ 800,45
7,65 %
de R$ 800,46 a R$ 900,00
8,65%
de R$ 900,01 a R$ 1.334,07
9,00%
de R$ 1.334,08 até R$ 2.668,15
11,00%

Teto de Contribuição de INSS: R$ 293,50

Portaria nº 822, de 11 de maio de 2005


Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração a partir de
maio de 2004

Salário-de-contribuição (R$)
Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)
até R$ 752,62
7,65 %
de R$ 752,63 até R$ 780,00
8,65%
de R$ 780,01 até R$ 1.254,36
9,00%
de R$ 1.254,37 até R$ 2.508,72
11,00%
Teto de Contribuição de INSS: R$ 275,95

Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração a partir de janeiro de 2004

Salário-de-contribuição (R$)
Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)
até R$ 720,00
7,65 %
de R$ 720,01 até R$ 1.200,00
9,00 %
de R$ 1.200,01 até R$ 2.400,00
11,00 %

Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, para pagamento de remuneração relativa a dezembro de 2003
Salário-de-contribuição (R$)
Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)
até R$ 565,94
7,65 %
de R$ 565,95 até R$ 720,00
8,65 %
de R$ 720,01 até R$ 943,23
9,00 %
de R$ 943,24 até R$ 1.886,46
11,00 %

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DOS SEGURADOS EMPREGADO, EMPREGADO DOMÉSTICO E TRABALHADOR AVULSO, PARA PAGAMENTO DE REMUNERAÇÃO A PARTIR DE 1º DE JUNHO DE 2003
SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)
ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)
até 560,81
7,65
de 560,82 até 720,00
8,65
de 720,01 até 934,67
9,00
de 934,68 até 1.869,34
11,00
Teto de Contribuição de INSS: R$ 205,63

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DOS SEGURADOS EMPREGADO, EMPREGADO DOMÉSTICO E TRABALHADOR AVULSO, A PARTIR DA COMPETÊNCIA ABRIL DE 2003
Salário de Contribuição R$
Alíquota para fins de Recolhimento ao INSS (%)
até 468,47
7,65
de 468,48 até 720,00
8,65
 de 720,01 até 780,78
9,00
de 780,79 até 1561,56
11,00
Teto de Contribuição de INSS: R$ 171,77

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DOS SEGURADOS EMPREGADO, EMPREGADO DOMÉSTICO E TRABALHADOR AVULSO, A PARTIR DE 1º DE JUNHO DE 2002
SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)
ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)
até 468,47
7,65
de 468,48 até 600,00
8,65
de 600,01 até 780,78
9,00
de 780,79 até 1.561,56
11,00
Teto de Contribuição de INSS: R$ 171,77

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DOS SEGURADOS EMPREGADO, EMPREGADO DOMÉSTICO E TRABALHADOR AVULSO PARA PAGAMENTO A PARTIR DA COMPETÊNCIA ABRIL 2002

Salário-de-contribuição (R$)
Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)
Até 429,00

7,65

De 429,01 até 600,00

8,65

De 600,01 até 715,00

9,00

De 715,01 até 1.430,00

11,00

FONTE: Ministério da Previdência Social

Acesso aos Downloads e Modelos do SAPP Equipes e Servidores do SAPP Retornar ao página inicial do SAPP

Todos os direitos reservado ao Voltar a pagina inicial © - Sex, 13-Jan-2012 2:48 PM